INGÁ ORTHOS

CASO CLÍNICO 15: TRATAMENTO DE FIBROMIALGIA

Paciente de 38 anos, sexo feminino, militar, compareceu ao Serviço de Ortopedia solicitando ressonância magnética da coluna para levar ao seu ¨médico¨, devido as queixas de dores no pescoço, ombros e nas costas. Também apresenta sintomatologia dolorosa nos joelhos. Relata tensão emocional, insônia e excesso de trabalho, referindo impossibilidade de tirar serviço em Auto Tático Móvel (ATE).

Após exame, a paciente foi medicada com amitriplina, um antidepressivo tricíclico, clonazepan, um benzodiazepínico, e paracetamol, analgésico não opióide. Também incentivada para iniciar exercícios físicos leves.

Tratava-se de quadro típico de fibromialgia com dores musculares difusa acometendo preferencialmente mulheres de 37 a 45 anos, acompanhados de insônia, fadiga, tensão emocional.

O diagnóstico é feito pelo exame clínico baseado nas queixas de dor generalizada por um período maior que 2 meses, associados a presença de pontos dolorosos.

O tratamento de escolha são os antidepressivos tricíclicos, pois aumentam a quantidade de neurotransmissores como serotonina, dopamina e norepinefrina, proporcionando ação analgésica e relaxamento muscular.

Os antiinflamatórios auxiliam no controle da dor quando em associação com outros medicamentos.Quando prescritos de forma contínua, o paciente deverá fazer controle das células sanquíneas, função hepática e renal.

Os miorelaxantes são medicamentos de segunda linha pois não atuam na liberação de endorfinas.

Os analgésicos são úteis no tratamento da fibromialgia, devendo ser utilizados inicialmente acetominofen (paracetamol) e se necessário analgésicos de ação central como codeina ou tramadol.

Os benzodiazepínicos aumentam a quantidade de serotonina, tem efeito benéfico na fibromialgia promovendo relaxamento muscular. O clonazepan e o alprazolam são os mais empregados no tratamento da fibromialgia.

Os exercícios físicos favorecem a motilidade de grupos musculares que se encontram em contração prolongada, ou seja, favorecem alongamento dos tendões e melhoram o humor.